Minhas dicas de montagem

1º - Separe as peças de borda;

2º - Separe as peças pelas cores ou tons de cores, exemplo: céu(peças azuis e brancas), vegetação (verde, marrom), etc....dessa forma se você não tiver mais paciência para terminar o puzzle, poderá em outra oportunidade terminá-lo com as peças já separadas, facilitando a montagem.
Importante: Separar as peças em potes é importantíssimo para evitar perder peças. Vários potes se fazem necessários.

3º - Dentro da separação de cores, separe por formatos: 1 ponta, 2 pontas, 3 pontas. As de 4 pontas são raras.

4º - Comece a montar pela parte inferior do puzzle, e siga adiante conforme lhe convier. Pequenas montagens as vezes se fazem necessárias pra facilitar a montagem...como bandeiras, estandartes, personagens....ao montá-los, identifique a posição deles na imagem e coloque essa pequena montagem na posição correta.

Dica especial: Uma dica especial que vai te ajudar bastante: Todo quebra-cabeça tem um padrão de repetição das peças. Isso acontece porque é caro pra um fabricante mandar fazer uma faca de corte com absolutamente todas as peças distintas. Por isso, faz-se um corte de uma quantidade "X" de peças, e quando elas acabam, o corte se repete ! Por isso existe esse ciclo de repetição.

Um exemplo: "A Criação de Adão" de 5000 peças da Grow: Nesse caso, é de 25 peças. Ou seja, a 1ª peça é exatamente igual a 26ª peça!
Isso facilita, mas também é uma armadilha. Se vc estiver em tom de cor igual, pode ser que monte errado trocando a 1ª pela 26ª peça. É preciso ter muita atenção em relação ao tom da cor trabalhada, que muda gradativamente conforme as peças vão se encaixando....é sutil muitas vezes, mas invariavelmente perceptível.

5º - Quando todo o seu puzzle estiver terminado, não desmonte imediatamente, tire uma fotografia e coloque a foto na caixa do próprio puzzle. Isto poderá auxiliar outras pessoas, ou a você próprio a montá-lo se assim você desejar. Ou faça melhor, enquadre eles e coloque na parede da sua casa, fica bonito e ajuda na decoração.

Boa sorte!



Paulo Roberto Felipe, 16 de agosto de 2006.
Historiador do Rio de Janeiro - Capital



Clique aqui para retornar à página principal